Vou comprar um Imóvel usado, o que eu tenho que verificar?

Como adquirir um imóvel próprio é um sonho compartilhado por quase todos os brasileiros e, em muitos casos, o preço de um novo é bem elevado, uma boa opção pode ser a compra de um imóvel usado. Além de seu valor ser mais acessível, em geral, são bem amplos e tem uma estrutura de construção diferenciada, bem sólida.

Contudo, lugares antigos podem guardar uma série de problemas e causar verdadeiras “dores de cabeça” para o novo proprietário. Com a finalidade de evitar esse tipo de contratempo, é recomendado que, ao fazer a sua visita ao espaço, haja total atenção voltada para cada detalhe da habitação pretendida, pois, apenas desse modo, se conseguirá obter uma visão realista das condições do imóvel.

dicas-comprar-imovel-usadoPara ajudar você a fazer uma compra, além de consciente, muito proveitosa, vamos apresentar algumas dicas importantes sobre o que verificar em sua potencial compra. Em primeiro lugar, é preciso que se verifique se as documentações referentes à unidade habitacional estão em ordem. Escritura, habite-se, IPTU e a matrícula precisam estar 100% corretas e em dia, para evitar qualquer problema legal no futuro. Isso pode ser solicitado ao corretor, ou então diretamente ao proprietário.

Caso o imóvel ainda não esteja vazio à época da compra, verifique atentamente detalhes como: o tempo para desocupação (se é o proprietário ou apenas um inquilino) e se todas as questões financeiras estão em dia. Em alguns casos, há ações de despejo em andamento e o futuro comprador nem sabe disso. Ler atentamente o contrato e cláusulas que façam referência direta à venda do apartamento é a grande dica.

Quando vivemos em um local, não moramos sozinhos, não é verdade? Portanto, tudo o que for referente à vizinhança e à infraestrutura do entorno é de fundamental importância que seja percebido pelo novo morador. Lembre-se: ao conversar com os futuros vizinhos, muitos detalhes podem ser descobertos, como a questão da segurança, por exemplo. Caso seja possível, ir ao local acompanhado de um arquiteto ou engenheiro também pode ser uma boa saída, afinal opinião profissional é sempre algo importante. Além disso, deve-se:

  • Verificar locais de incidência de sol, se o local é escuro demais, se é bem ventilado, entre outros;
  • Infiltrações, trincados, marcas de cupim, vazamentos, entre outros problemas mais estruturais, também devem ser levados em conta e, caso seja necessário, exigidos do proprietário, ou como desconto no valor pedido;
  • O mesmo procedimento deve ser realizado em relação ao piso em geral;
  • Ao abrir torneiras e chuveiros, ver a pressão da água. Se sair com pouca força, pode significar algum problema no encanamento. Idem para as instalações elétricas;
  • Saídas de gás também devem ser analisadas com atenção, afinal, são itens passíveis de causar sérios acidentes aos moradores.

Em resumo, além de todos os detalhes apontados – e há ainda muitos outros a ser vistos no processo de compra de imóvel – o mais importante é que tudo o que for importante para você, seja exigido em contrato, detalhadamente. Isso porque é o único instrumento legal válido, para o caso de haver qualquer problema na transação.

Recomendamos também que leia o artigo “Dicas para comprar seu imóvel“, onde listamos dicas essenciais para quem quer comprar um imóvel. E se você está pensando em comprar imóvel em Brasília, confira nossos melhores imóveis.

Artigos Relacionados

Contrato para Aluguel de Imóveis

FGTS para comprar imóveis

VN:F [1.9.22_1171]
Quantas estrelas essa pagina merece?
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário